Silent Hill Origins

PSP®
Data de lançamento: 16 Novembro 2007
Programador: Konami
Editor: Konami

Descrição geral

Silent Hill, a assustadora cidade que esconde em passado infernal, é revelada pela primeira vez na PSP.

Preso em Silent Hill, o condutor de camião Travis Grady é forçado a lutar não só com os cidadãos infernais como também com o seu passado enterrado.

Um enredo fascinante, adversários icónicos, puzzles diabólicos e uma banda-sonora assombrosa, composta por Akira Yamaoka, mantém esta estreia na PSP na senda de pesadelo dos seus predecessores na PlayStation 2.

Silent Hill tem uma atmosfera carregada, a cidade compõe-se de ruas vazias e edifícios, e um reino de pesadelo decadente, habitado por habitantes estranhos e sem rosto.

A jogabilidade, tal como o visual e sensação perturbantes, vai na linha clássica de Silent Hill, mas com funcionalidades adicionais incluídas para a PSP, tal como a forma como o esquema de comando muda intuitivamente para cada situação.

  • Descobre os segredos por trás da cidade arrepiante de Silent Hill
  • Guia Travis por este reino de pesadelo, arma-o contra seres que se escondem nas sombras
  • Comandos intuitivos que mudam dependendo da tua situação

Antevisão

As origens do medo

Silent Hill: Origins revela a história violenta de uma vila adormecida à beira do lago e não é adequado aos espíritos mais sensíveis.

Enquanto passa perto da vila adormecida de Silent Hill, o camionista Travis Grady tenta perceber os pesadelos que o têm atormentado e por que razão parecem ser tão familiares. Subitamente, uma figura emerge por entre o nevoeiro e coloca-se em frente ao seu camião, fazendo com que se esquive e quase provoque um acidente. Uma jovem rapariga foge assim que Travis a avista e, julgando estar ferida, o camionista segue-a.

Entra numa casa em chamas depois de ouvir gritos vindos do seu interior. Arriscando a sua própria vida, resgata o corpo carbonizado de uma criança da casa e desmaia logo depois de chegar a um lugar seguro. Desperta nas ruas silenciosas de Silent Hill, sem saber quanto tempo esteve inconsciente e dirige-se para o hospital mais próximo, que também está curiosamente calmo...

A decorrer sete anos antes do jogo original da série de terror de sobrevivência, Silent Hill: Origins analisa os segredos sombrios da vila e do seu submundo sinistro, acessível através de alguns espelhos. Grady tem de derrotar o seu próprio medo, bem como a legiões de monstros que o tentam matar. De notar que este jogo assustador conta com cenas de violência gráfica, não sendo adequado para crianças.

Em termos visuais, Silent Hill: Origins mantém o visual único da série de ruas desertas, mergulhadas em nevoeiro e de corredores mal iluminados com paredes a cair. Tal como os seus antecessores, o jogo utiliza um filtro granulado que confere aos gráficos uma qualidade antiga, como se tratasse de uma película de 8 mm. Um dos maiores feitos a nível visual é a transição entre o mundo normal e o submundo depravado, caracterizado pelas suas paredes manchadas de sangue, que palpitam como se estivessem vivas.

A jogabilidade é determinada pela exploração e, para avançar, é necessária uma combinação de resolução de quebra-cabeças e combate. De início, Grady consegue proteger-se com os seus próprios punhos ou utilizando vários objectos que encontra por ali, tais como televisores e tubos e, posteriormente, pode usar armas de fogo. Embora em alguns momentos o combate seja essencial, este é um jogo que assenta mais na sobrevivência do que no ataque e, muitas vezes, a melhor solução é fugir.

Em geral, a resolução dos puzzles baseia-se em localizar chaves ou objectos para abrir uma área por explorar. Um exemplo no início do jogo acontece no hospital, onde tens de recolher órgãos em plástico e colocá-los dentro de um modelo de treino para ganhares uma chave. A parte inteligente é que cada órgão tem de ser colocado de acordo com a sua posição real no corpo humano. Quebra-cabeças exigentes como este são o que diferenciam Silent Hill dos restantes jogos do género de terror de sobrevivência.

A completar uma atmosfera aterradora está uma excelente banda sonora composta pelo veterano da série Akira Yamaoka. O som é muito importante na identificação de uma ameaça ao entrares num novo ambiente e a banda sonora capta na perfeição a sensação de algo sinistro a cada esquina.

Silent Hill: Origins é um jogo incrivelmente atmosférico que combina uma história emocionante, puzzles inteligentes e um combate aterrador, que se adapta muito bem ao seu público adulto. Os fãs da série irão apreciar as informações sobre a história da vila e os estreantes vão maravilhar-se com o visual e a abordagem única ao jogo de acção que tornou a série tão famosa.