Syphon Filter: Dark Mirror

PSP®
Data de lançamento: 14 Julho 2006
Programador: SCEE
Editor: SCEE

Descrição geral

Preciso. Rápido. Mortal. Logan está de volta.

O especialista em acções secretas, Gabe Logan, regressa para combater uma nova ameaça mundial.

  • Mais de 30 missões espalhadas pelo globo, de Garmisch a Helsínquia
  • Jogabilidade 'Precision Strike', para acção intensa e sub-reptícia de cortar a respiração
  • Funcionalidade de Partilha e Jogo, mais o suporte completo dos Modos de Infra-Estrutura e Ad Hoc para oito jogadores

Antevisão

Syphon Filter: Dark Mirror

A estrela de acção de todas as plataformas PlayStation até à data chega finalmente à PSP para resgatar o mundo de vilões internacionais.

Ele tem salvo o mundo do terrorismo internacional desde os dias da PS one e, agora, o Agente Secreto Gabe Logan está determinado a trazer o seu heroísmo para a PSP numa aventura completamente nova.

Syphon Filter: Dark Mirror segue Gabe e a sua colega Lian Xing na sua viagem pelo globo em busca do nefasto grupo Red Section e dos seus planos para o misterioso projecto Dark Mirror.

Numa série de missões solitárias, Gabe (ou Lian Xing, ocasionalmente) tem de utilizar tácticas, incríveis engenhos de espionagem e um vasto arsenal de armas letais para entrar, fazer o trabalho e sair ileso.

SF:DM é definitivamente um jogo de acção, mas não se trata de uma guerra aberta como no SOCOM: US Navy SEALs Fire Team Bravo e, muito embora o cuidado, os pontos de abrigo e a táctica sejam importantes, este não é um jogo de acção sub-reptícia como o Splinter Cell: Essentials. A acção de Gabe está no meio - acção táctica - com uma boa dose da acção de agente secreto de From Russia With Love.

Este estilo é evidente desde o início, com excelentes cenas cortadas geradas por computador e músicas de mistério muito ao estilo de Hitchcock (que ficam logo no ouvido), por isso, sabes que te espera um verdadeiro mimo mesmo antes do jogo começar a sério.

E, quando começa, a qualidade continua com gráficos altamente detalhados, um bom desempenho de vozes (se bem que um pouco forçado) e algum equipamento que seria o orgulho do próprio Q.

Para além de uma lanterna, Gabe tem um par de óculos com três modos de visão. O primeiro, o EDSU (Utilitário de Detecção de Dispositivo Electrónico) é incluído, sobretudo, para te ajudar quando estiveres em maus lençóis, uma vez que mostra os objectos com os quais podes interagir, tais como interruptores escondidos e portas não tão escondidas. A Visão Nocturna faz exactamente o que diz no rótulo, mas, talvez a mais útil seja a Visa de Infravermelhos ou a Visão Térmica. Para além de ajudar a ver os inimigos em ambientes com fumo, também te oferece a capacidade limitada de ver através de paredes. De facto, muito útil quando entras num local novo ou tentas cobrir um companheiro que rasteja no telhado.

Embora a maior parte das armas seja conhecida de qualquer guerreiro de jogos de vídeo - pistolas com silenciadores, pequenas metralhadoras e espingardas de vários tipos - a espingarda de mira de Gabe oferece a melhor diversão fatal que poderias sonhar. Para além das balas convencionais, a espingarda vem equipada com dardos de atordoamento eléctricos, dardos de gás que afectam a área em questão e quando tens mesmo de eliminar todos os vilões do perímetro, rondas altamente explosivas. E, embora isto possa parecer um esforço directo para desafiar o arsenal de espião do Splinter Cell, as versões de Gabe funcionam, sem dúvida, bem e adequam-se na perfeição ao estilo ritmado do jogo.

Apesar do esconderijo de encostar à parede não seja algo de novo (o Solid Snake pratica-o há anos), no SF:DM é implementado de forma exímia, especialmente quando estás a disparar; além disso, se tivermos em conta a IA de "esconder e avançar", pode salvar-te a vida.

Para além do altamente viciante jogo para um único jogador de "só mais uma vez", SF: DM permite que desafies os teus amigos através dos modos Wireless Ad Hoc e de Infra-estrutura. Quatro modos de jogos de cinco contra cinco esperam por ti, incluindo o Team Deathmatch, Rogue Agent e Objective.

Com o género de atirador de terceira pessoa a ficar cada vez mais concorrido - SOCOM, 50 Cent, Splinter Cell, Monster Hunter, From Russia with Love, Dead to Rights, etc. - é refrescante ver um novo recruta que se adapta tão bem e oferece a melhor acção, espionagem e diversão para vários jogadores que já vimos na PSP.