SOCOM: U.S. NAVY SEALs Fireteam Bravo 2

PSP®
Data de lançamento: 15 Junho 2007
Programador: Zipper Interactive
Editor: SCEE

Descrição geral

Assume o comando da mais temida unidade de forças especiais alguma vez criada nesta totalmente nova comissão.

Colocado no país imaginário Adjikistan, podes eliminar a mais recente ameaça à segurança internacional, proteger civis inocentes e levar a tua equipa ao sucesso?

• Comanda a tua equipa em 14 tensas missões, utilizando armas e tácticas reais dos U.S. Navy SEALs.
• Características inteiramente novas de 'Command Equity' e 'Local Influence' - obtém valiosas informações dos civis, restringindo as baixas e garantindo a sua liberdade
• Descobre novos mapas multijogador e três novos tipos de jogo ('Tug of War', 'Intel Grab' e 'Target') com a funcionalidade de modos em Infrastructure e Ad Hoc
• 'Crosstalk' com o SOCOM: U.S. Navy SEALs Combined Assault para a PlayStation 2 - desbloqueia apresentações especiais e afecta dramaticamente o progresso dos dois títulos

Antevisão

Ao ataque!

A série SOCOM lança um segundo assalto em larga escala contra o sistema PSP.

A saga SOCOM entrou no mundo portátil em 2006 com o lançamento de SOCOM: U.S NAVY SEALs Fireteam Bravo para a PSP. Depois de SOCOM: Combined Assault (PlayStation 2), chegou a hora de SOCOM: Fireteam Bravo 2 elevar a fasquia da acção táctica na PSP.

A "Fireteam" em questão refere-se à tua equipa de dois agentes de elite encarregues de neutralizar terroristas, mercenários e países desordeiros empregando todos os meios necessários. Tudo isto resulta numa história emocionante de contra-terrorismo à escala global, dividida em várias missões: de desafios de acção furtiva a missões de franco-atiradores, assaltos e resgates de reféns.

Fireteam. Bravo!

É sempre necessária uma abordagem táctica e inteligente, independentemente do tipo de missão. Entrar com as armas em riste é uma táctica que te tornará certamente em mais uma baixa de guerra. Este título centra-se na acção furtiva e no trabalho em equipa. Em cada missão tens como parceiro um dos teus compatriotas — incluindo Lonestar (o teu companheiro no último jogo) e algumas caras novas. Terás de colocar em acção os teus companheiros de equipa para que se torne possível desmantelar bombas, geradores e computadores e arrombar portas. Podes ainda ordenar que aguardem, defrontem inimigos nas redondezas e cubram uma determinada área.

Contudo, é em rede que o trabalho de equipa de SOCOM: FTB ganha destaque. Permitindo batalhas com um máximo de 16 participantes através dos Modos Ad Hoc e de Infra-Estrutura, a jogabilidade online conta com um enorme conjunto de mapas e modos de jogo, incluindo tiroteios de último resistente, resgate de reféns e missões de defesa da base. Além disso, existem três novos modos para vários jogadores: "Tug-of-War", "Capture The Flag" e "Target". Para uma experiência ainda mais envolvente, o jogo inclui um auricular (caso ainda não o tenhas) através do qual podes manter-te em contacto com os membros da tua equipa.

Herói local

A história principal inclui uma série de missões-chave e sub-missões associadas aos objectivos primários. Estas sub-missões podem ser cumpridas por qualquer ordem e, caso queiras, podes regressar a qualquer missão para tentares ganhar mais "Local Influence" (Influência local) e "Command Equity" (Justiça no comando). Podes conquistar "Local Influence" salvando aldeões: serás recompensado com a oportunidade de adquirires itens, como armas de contrabando e informações secretas. Ganhas "Command Equity" quando completas objectivos de missão e capturas inimigos sem os matares; com ela podes incluir novas armas no teu arsenal e comprar mantimentos e ataques aéreos.

No que diz respeito ao aspecto visual, o jogo é extraordinário, incluindo sequências cinematográficas apresentadas de forma magnífica e desempenhos de voz de altíssima qualidade. Os níveis são grandes e expansivos e aliam-se a uma banda sonora atmosférica, criando um jogo realmente envolvente. O sistema de controlo é simples e sentes-te mesmo em movimento com os botões de visão livre e deslize (que, além disso, facilitam o cumprimento das missões).

Com os "Crosstalk Objectives", SOCOM: FTB 2 oferece-te a possibilidade de te ligares ao SOCOM: Combined Assault para a PS2. Quando comparada ao jogo anterior, esta funcionalidade foi expandida, trazendo ainda mais consequências para as tuas acções inter-plataformas. Assim, não irás encontrar os inimigos e os edifícios que eliminares na versão para o sistema PSP quando jogares o mesmo nível na PS2. É uma função simpática e que estimula a repetição do jogo, aumentando a sua vida útil. Um dos motivos pelos quais resulta deve-se ao facto dos dois argumentos estarem tão bem interligados. Cada equipa procura cumprir metas diferentes, mas ambas lutam pelo mesmo objectivo — e algumas vezes os seus caminhos quase se cruzam. Há momentos em que consegues mesmo ver a outra equipa em acção. É uma mecânica de jogo formidável e um incentivo à aquisição dos dois títulos SOCOM em ambos os formatos.

O modo "Instant Action" permite aos jogadores repetir qualquer uma das missões concluídas no modo de campanha, mas com novos objectivos. Estas missões são uma adição acertada e perfeita para desfrutares do jogo em movimento.

SOCOM: FTB 2 é uma óptima continuação da impressionante estreia de SOCOM no sistema portátil. As campanhas para um único jogador são envolventes e gratificantes, os "Crosstalk Objectives" excepcionalmente bem implementados e os modos para vários jogadores um vício que irá manter os fãs ocupados durante os próximos anos.