Odin Sphere

PS2
Data de lançamento: 13 Março 2008
Programador: Atlus
Editor: Square Enix

Descrição geral

Vive a fantasia de um lindo livro de contos pelos olhos de cinco personagens.

Odin Sphere proporciona um lindo mundo de fantasia ilustrado, interligando cinco contos individuais ao longo de uma acção em 2D, num jogo na primeira pessoa, que conta uma história épica.

As nações de Erion viveram sempre uma paz instável, pois os reis e rainhas procuraram incessantemente fraquezas uns nos outros. E quando o país de Valentine é obliterado pelo poder de um artefacto antigo, estala uma guerra sangrenta entre as fadas de Ringford e os guerreiros de Ragnanival. Mal eles sabem que fazem parte do enredo de uma profecia esquecida - uma que, se cumprida, levará à destruição de todo o mundo...

Tomando controlo inicialmente da princesa guerreira Gwendolyn, filha de Odin, a tua função é seguir a meada de uma história intrincada, à medida que vais descobrindo a verdade por trás da profecia e como terminá-la.

  • Joga como cinco personagens diferentes, cada uma com as suas habilidades e história
Desfruta da orquestra poderosa de Hitoshi Sakimoto, compositor

Antevisão

Viva o rei de um só olho"

A Square Enix é conhecida pelos seus jogos de interpretação de papéis, mas eis que nos oferece algo ligeiramente diferente dos seus esforços de jogadas alternadas - Odin Sphere dás as boas-vindas a todo o esplendor das suas páginas ilustradas...

O toque mágico de Odin Sphere é evidente desde o primeiro olhar: os gráficos em 2D constituem um dos mais assombrosos exemplos de visuais em qualquer sistema. Apresentam um carácter de conto de fadas desenhado à mão - uma característica longe de ser acidental. A casa de programação deseja envolver o jogador nesta apresentação de livro de contos, tanto ao nível dos visuais como da jogabilidade. Assim sendo, a tua primeira tarefa não é a habitual missão de auxílio de um guerreiro principiante, mas sim conduzir uma jovem chamada Alice a um livro e a um assento confortável... e assim começa a história de cinco personagens numa aventura fantástica de espadas e feitiçaria. 

Esfera de influência

Odin Sphere resulta de uma fusão corajosa de géneros, criado primorosamente sob a forma de um título de interpretação de papéis com deslocamento lateral, algo semelhante ao encontrado nos beat 'em up de duas dimensões. Controlas a tua personagem ao longo de cada ambiente, lutando contra inimigos recorrendo magia especial e ataques de combinação no ar e no solo. Mas não te deixes levar pela pressão desenfreada de botões, pois o teu protagonista cansa-se - mede os teus golpes e joga seguindo uma estratégia.

Cada inimigo derrotado e cada alimento restaurador de energia consumido contribuem para o aumento das tuas estatísticas, permitindo que subas níveis e melhores a saúde e habilidades das personagens. O forte sentido de estilo e identidade única do jogo decorrem desta mistura de elementos de vários géneros, assim como da predominância de aspectos dos livros de contos e do desenvolvimento do elenco.

O enredo do título desenvolvido pela Atlus/Vanillaware é mais complexo do que parece à primeira vista, contando principalmente a história de uma guerra entre as fadas de Ringford e os guerreiros de Ragnanival à medida que deslizam involuntariamente para uma profecia esquecida que, potencialmente, poderá conduzir à destruição de todo o seu mundo. Inicialmente, controlas a princesa guerreira Gwendolyn, filha de Odin, mas à medida que a história se desenrola, outras personagens ficam sob o teu controlo, oferecendo-te mais quatro perspectivas de jogo.

Panteão de excelência

Cada personagem conta com o seu próprio conjunto de habilidades e aptidões, acrescentando uma dose generosa de variedade à medida que avanças pela ampla e desafiadora aventura do jogo. Os encontros com os vilões do jogo requerem que utilizes em pleno as técnicas aprendidas nos mapas expansivos e inteligentemente concebidos (em que cada sub-secção completa um círculo para que não te percas), enquanto que a compreensão dos itens que encontras e compras é vital para a sobrevivência.

É a extraordinária profundidade de Odin Sphere que faz com que este jogo seja tão envolvente de jogar quanto de admirar. Este jogo engloba muito mais que apenas gráficos luxuriantes (os cenários têm tanto de movimento quanto de personagens magnificamente detalhadas) e extraordinários efeitos e, é por isso, que o título da Square Enix é tão cativante do início ao fim. É também ajudado por sequências de diálogos convincentes e uma banda sonora orquestral majestosa, que engloba as nuances de triunfo e tragédia que te irão envolver - não é de admirar que o compositor seja Hitoshi Sakimoto, também responsável pela música carregada de drama e emoção de Final Fantasy XII. 

Odin Sphere é uma viagem fantástica ao que só pode ser descrito como um livro de histórias que ganha vida na forma de jogo de vídeo. É extremamente bem conseguido e exala uma bem-vinda lufada de ar fresco sobre os inúmeros géneros que lhe servem de inspiração, embora mantenha uma distinção que é tão emocionante quanto os seus visuais. Tal como qualquer bom conto, esta é uma experiência mágica para apreciar verdadeiramente.


Partilhar

Google+