Dead to Rights

PS2
Data de lançamento: 20 Agosto 2003
Programador: Namco
Editor: Electronic Arts

Descrição geral

A Namco inspirou-se nos grandes filmes de acção para esta última aventura, Dead to Rights, em que a acção consiste em andar aos tiros a tudo

Baseando-se fielmente no livro de Max Payne e colocando-lhe a sua marca inimitável, a Namco conseguiu criar um jogo imensamente divertido que deita para um canto os sucessos do cinema de John Woo e os filmes cheios de heróis de acção, criando a mais recente, ultra-violenta e ultra-divertida experiência de jogo. Incorporando peripécias de fuga e tiroteio com resolução de puzzles e inventivos mini-jogos, o Dead to Rights combina os elementos da acção-aventura mais tradicional com alguns toques genuinamente originais.

O Dead to Rights começa com um estilo muito semelhante ao de Max Payne, pois o principal protagonista, o polícia Jack Slate é lançado numa missão pela justiça, depois de se ver envolvido numa conspiração no coração da cidade que lhe cabe proteger. Depois de ter sido chamado para resolver um acidente rotineiro, Slate vê-se envolvido num mundo violento e cheio de intrigas de crime e corrupção que apenas ele pode solucionar - isto, claro, se conseguir manter-se vivo o tempo suficiente para chegar ao fundo da questão...

Depois de o negro cenário ter sido criado, a história começa a sério com Slate a avançar na sua missão de descobrir os sinistros esquemas e a distribuir uns tiros certeiros pelo caminho. Obviamente que nenhum polícia voluntarioso e arduamente empenhado na vingança e na obtenção de justiça iria embarcar numa missão tão perigosa sem primeiro se armar até aos virtuais dentes com as melhores armas de que dispõe o depósito de armamento da Esquadra da Polícia de Grant City. Infelizmente, Slate não tem acesso às maravilhas que se encontram lá dentro e, assim sendo, terás que adquirir as tuas armas com recurso a uma combinação de artes marciais e violência absoluta. Ai, ai!

O divertimento começa realmente quando se trata de desarmar os maus da fita, quando agarras idiotas confiantes, lhes roubas as armas e aplicas à desprevenida vítima um golpe de morte espectacularmente brutal. Tens também a opção de usar os inimigos como escudo humano para serem eles a levar os tiros em vez de ti e, depois de terem feito o seu papel, podes dar-lhes o golpe de misericórdia com um estilo particularmente apavorante. Slate pode transportar diversas armas durante as suas viagens, a maior parte delas retiradas dos inimigos mortos e, portanto, terás a oportunidade de dispor de impressionante armamento durante as tuas viagens, incluindo pistolas, espingardas de atirador e metralhadoras. No entanto, talvez a mais notável arma "secreta" à tua disposição seja o leal amigo de Jack , o cão polícia Shadow. Podes enviá-lo a áreas a que é impossível chegares, de modo a ser ele a tirar os objectos aos mauzões - todos eles muito úteis. E o que é ainda melhor é que não há necessidade de avisares a Sociedade Protectora dos Animais pois ele sai sempre incrivelmente ileso destas situações.

Para além das sequências de simples tiroteio, o Dead to Rights apresenta ainda alguns mini-jogos exclusivos bastante imaginativos e puzzles que irão pôr em ebulição a tua massa cinzenta. Terás que arrombar fechaduras, espalhar bombas e até sair do perigo em passo de dança (isso mesmo... passo de dança!), usando uma mistura de habilidades e perícias com os botões.

Podem até parecer muito bonitas todas as sequências de tiroteio em câmara lenta ao estilo balístico de John Woo, assim como os gráficos que deslizam suavemente mas o Dead to Rights é bastante mais que uma gloriosa delícia para os olhos. As missões são em número substancial e bastante envolventes e tudo aquilo que te é pedido para fazeres faz sentido relativamente ao contexto do guião geral. Os puzzles e as tarefas são realistas e o argumento inspirado no cenário negro combina muito bem com as sequências de combate violento.

 

  • Controla Shadow, o amigo de Jack, fazendo-o farejar bombas e desarmar inimigos


  • Usa inimigos como escudos humanos para conseguires protecção extra


  • Joga mini-jogos como por exemplo a prensa, o difusor de bombas e o braço de ferro


 


Partilhar

Google+