Soul Calibur 2

PS2
Data de lançamento: 24 Setembro 2003
Programador: Namco
Editor: Namco

Descrição geral

Viaja de regresso ao tempo em que os melhores guerreiros do globo se confrontavam violentamente em combates corpo-a-corpo para ganharem um troféu lendário

A série Soul da Namco faz a sua estrondosa estreia na PS2 com o Soul Calibur II, o terceiro e de longe o melhor lançamento até à data. Escolhe de entre uma gama de personagens primorosamente desenhadas, desde o samurai a estranhos indivíduos vestidos de cabedal e combate no novo palco da história para obteres a Soul Edge, uma poderosa espada com incríveis poderes das trevas. Tal como seria de esperar dos criadores de Tekken, SCII oferece um nível de profundidade para além do que é costume ver-se na maioria dos jogos da sua classe, apesar de isto não o tornar menos acessível ao jogador ocasional. De facto, desafiaríamos qualquer um a fazer alguns movimentos sem sentir pelo menos uma pequena inspiração de prazer, logo durante os primeiros minutos de jogo. Não é que sejamos defensores do bater descoordenadamente nos botões mas... enfim... toda a gente tem que começar por algum lado.

Como suplemento aos modos típicos de Arcade, Survival (Sobrevivência) e Time Attack (Contra-Relógio), para os jogadores singulares há ainda o Weapon Master (Mestre de Armas), uma longa viagem através do mundo de Soul Calibur, onde poderás comprar uma variedade de armas extra para todos os jogadores. Como sempre, no entanto, o verdadeiro teste às tuas aptidões será o modo Versus (Oposição) para dois jogadores, onde ocorrem os mais emocionantes encontros de sempre entre opositores humanos. Se estás à procura de alguma qualidade e acção de combate sem tolices para a tua PS2, então o Soul Calibur II dá-te a receita completa com confiança.

Os adeptos de Soul Blade e Soul Calibur ficarão satisfeitos por saber que estão de volta algumas caras familiares que regressam à contenda uma vez mais, incluindo o samurai Mitsurugi com a sua catana, a bruxa ninja Taki, Kilik e o seu bastão e o próprio dono da Soul Edge, Nightmare. A eles se juntaram algumas caras novas, incluindo o arrogante esgrimista francês Raphael, o jovem mas mortal Talim, o demónio verde Necrid (desenhado pelo guru da banda desenhada Todd McFarlane), o protegido de Hwang, Yunsung, e a irmã mais nova de Sophitia, Cassandra. O suporte principal do Tekken, Heihachi Mishima também faz uma aparição exclusiva para a PS2 provando que o King of Iron Fist é bem mais do que um simples nome - de que outra forma poderia ele bloquear o avanço de lâminas afiadíssimas apenas com as suas mãos? Obviamente que, sendo um jogo de combate da Namco, o SCII não poderia deixar de ter a sua quota-parte de personagens a que podes ganhar acesso, embora prefiramos deixar para ti a tarefa de descobrir quem eles são.

Irás encontrar muitos deles escondidos no mundo do Weapon Master (Mestre de Armas), que põe de parte o entretenimento rápido do modo Arcade padrão em favor da missão mais prolongada para os nossos guerreiros, mas também bem mais compensadora. Apesar de apresentar bastante narrativa textual que dá contexto às tuas viagens, o Weapon Master (Mestre de Armas) baseia-se essencialmente na derrota dos adversários sob um conjunto de condições de dificuldade crescente e imaginativas estipulações. Isto pode acontecer sob qualquer forma desde combater depois de ter sido envenenado até derrotar seis adversários consecutivos em apenas 100 segundos. Para além dos novos combatentes, ganharás também o precioso ouro que pode ser usado para obter vários instrumentos letais com características únicas que poderão atrasar ou auxiliar as tuas buscas. Por exemplo, um pesado novo bastão para Kilik poderá infligir mais danos ao adversário mas o esforço que exige para ser usado resulta também em alguma perda de energia. Como podes imaginar, o completar de certas missões pode depender da tua habilidade em seleccionar a arma certa para a ocasião certa.

Para uma consola com uma tão vasta gama de jogos, é talvez surpreendente que a PS2 tenha encontrado uma escassez relativa de combatentes de qualidade. O Soul Calibur II pode não restabelecer o equilíbrio - no fim de contas não passa de mais um jogo - mas é um bom esforço nesse sentido. Depois de teres apreciado os espantosos cenários, as personagens desenhadas com todo o pormenor e, mais importante que tudo, teres-te habituado ao combate rápido e multi-facetado, temos a certeza de que não irás precisar de mais nenhum jogo de pancadaria durante algum tempo. A chama de Soul ainda está certamente a arder.

 

  • Ganha novas armas para cada personagem no desafiante Modo Weapon Master (Mestre de Armas)


  • Sete novos lutadores, incluindo Heihachi, o guerreiro exclusivo da PS2


  • Milhares de movimentos e combinações que terás que dominar


  • Arenas sumptuosamente detalhadas e animação de personagens sem paralelo


 


Partilhar

Google+