Tom Clancy's Splinter Cell

PS2
Data de lançamento: 26 Março 2003
Programador: Ubisoft
Editor: Ubisoft

Descrição geral

Baseada nos livros do famoso autor, uma aventura do melhor que o mundo da espionagem tem para oferecer.

Tom Clancy, o mestre da espionagem dos tempos modernos, vem tirar da sombra o mundo secreto do operacional da NSA, Sam Fisher e colocá-lo na tua PS2. Fazendo parte de uma iniciativa altamente secreta e "não existente" da NSA, tu és uma unidade inteligente de um homem só, concebido para ser esperto, perspicaz e quase invisível. Uma Splinter Cell. Usando equipamento de alta tecnologia, técnicas de disfarce avançadas e o teu treino militar mortal, tu (no papel de Sam) irás enfrentar o desafio final quando uma nação desonesta embarca num percurso de terrorismo informático contra os EUA. Encontra-os, observa-os, elimina-os.

Seguindo muito de perto o estilo dos jogos The Sum of All Fears e Ghost Recon, Clancy traz-nos mais uma vez um jogo táctico de tiros na terceira pessoa. Mas não fiques a pensar que este é mais um clone dos jogos com pelotões de forças especiais. Desta vez estás entregue a ti próprio e o disfarce e a inteligência terão que substituir a estratégia de equipa e a capacidade de fogo. Num jogo que se parece mais com o MGS2 do que com o Conflict Desert Storm, tu caminhas em bicos de pés através de 11 envolventes missões que vão desde a infiltração no Quartel General da CIA à destruição de uma central de energia.

Sendo um operacional solitário contra um verdadeiro exército de terroristas, terás que utilizar o manto da escuridão e o silêncio absoluto para que a tua presença não seja notada. Os gráficos espectaculares usam a iluminação de um modo revolucionário e se ficares quieto e sem fazer ruído numa área escura os guardas podem mesmo passar por ti. Usa a escuridão em teu proveito disparando sobre as luzes e câmaras e utilizando os teus binóculos para luz de baixa intensidade ou o modo de visão termo-sensível. Este último modo de visão permite-te ver através das paredes e observar as marcas térmicas dos ocupantes de forma a planeares a tua entrada na sala.

Podes ter acesso a um imenso arsenal de armas e instrumentos que te ajudarão a avançar na missão incólume e invisível. Armas silenciosas, granadas e tiros não mortais ajudam a que qualquer oposição ou testemunha eventual possa ser neutralizada a partir da sombra. Enche as bolsas do teu cinto com toda a espécie de excelente equipamento de espionagem, incluindo uma câmara de fibra óptica para espreitar por baixo de portas e para dentro de quartos, um abridor de fechaduras sensível à vibração e uma câmara adesiva que podes disparar para uma parede de modo a poderes espreitar os cantos.

Para além da tecnologia à disposição, estarás também fisicamente treinado para enfrentar os rigores do contra-terrorismo. Trepa, desliza, desdobra-te, cola-te às paredes ou divide-te entre dois muros ao estilo de Leon. Podes fazer tudo desde que permaneças 100% invisível.

No mundo do disfarce do MGS2, Tenchu e Hitman, um novo jogador acaba de entrar silenciosamente na luta. Sam Fisher agarrou em tudo o que é bom neste género de jogo de disfarce e juntou-lhe cenários credíveis, ambientes completamente interactivos e mais suspense do que um filme duplo de Hitchcock. Se o silencioso e sombrio mundo da espionagem internacional te atrai, Splinter Cell é o jogo que irá responder a essa atracção.

  • Um dos mais ansiosamente esperados jogos em qualquer plataforma


  • Uma história de emoção tecnológica baseada no sub-mundo dos livros do autor de sucesso Tom Clancy


  • Uso instintivo das sombras, cobertura e som


  • Uso de acrobacias, instrumentos e armas que vencerão a oposição pela táctica, pelo discernimento e pelas armas