RTX Red Rock

PS2
Data de lançamento: 25 Junho 2003
Programador: LucasArts
Editor: Activision

Descrição geral

A LucasArts viaja para o Planeta Vermelho em direcção a uma aventura cheia de acção que deixa o Star Wars a anos luz de distância

Famoso por ser vermelho, impossível de habitar e... er... o lar de enormes aranhas, Marte parece que está a atrair mais atenção do que seria desejado quando é comparada com os outros planetas que andam em órbita por aí. Não está muito bem definido qual é a atracção que Marte provoca mas uma coisa é certa, os criadores de jogos (já para não falar nos realizadores de filmes e escritores) adoram-no. Por isso, avança para a LucasArts com a sua última aventura de acção, RTX Red Rock, que foi feito para seguir as mesmas pegadas poeirentas de muitos dos seus antecessores.

Passando-se no futuro daqui a 100 anos, o RTX é uma aventura de acção 3D que apresenta uma personagem apelidada de forma dúbia de "E.Z. Wheeler": Um supersoldado dissidente, bio-mecanicamente concebido e um atirador solitário que tem, sem dúvida, um problema a propósito do seu nome francamente cómico. Com alguma razão, também! Aparte isso, o RTX é uma concentração de acção com uma saudável dose do estilo de solução de puzzles em plataformas que aparece com conta, peso e medida.

O E.Z. é um RTX, ou seja um Radical Tactics eXpert (Perito em Tácticas Radicais) e acaba de ser chamado para resolver uma situação que envolve alguns extraterrestres irritados e uma colónia humana em Marte. Os RTXs são uma "unidade de elite" treinada para entrar sozinha em situações de combate e dar cabo do lombo de uns tantos extraterrestres sempre que necessário - Hurrah! É aqui que tu entras, jogando no papel do próprio personagem, investigando a invasão de L.E.D.s - extraterrestres que comunicam por meio de luz - e mandando-os para os infernos com o teu arsenal de equipamento ciber-clássico. O E.Z. dispõe de um olho biónico, usado para localizar e apontar a extraterrestres escondidos, identificando possíveis armadilhas e descobrindo reforços de energia ao longo de todo o jogo e, evidentemente, nenhum ciber-soldado ficaria completo sem a adição de um braço mecânico, que pode ser melhorado de forma a tornar-se um gancho de combate, um lança-raios, um lança-granadas e montanhas de outro divertido material.

Juntando-se a ti nas tuas viagens estará o acompanhante de Wheeler, IRIS (Independent Removable Information System - Sistema de Informação Portátil Independente), um computador portátil imbuído de uma personalidade espertalhona (trata-se de uma mulher, sabe-se lá porquê). Em vários pontos do jogo podes tomar o controlo de IRIS e comandar robôs, exploradores Marcianos e outros aparelhos extraterrestres. Existe também um modo multi-jogador para dois jogadores em ecrã dividido para convidares um amigo, assim como perigosas corridas de velocidade numa quantidade de veículos do jogo.

A LucasArts continua a sua tradição de fazer jogos de acção extraordinariamente bons com este RTX Red Rock cheio de aventura. Os aspectos de busca e salvamento do jogo são combinados com momentos totais de corrida e disparos e o ritmo é mantido pela variedade de desafios que são lançados ao longo do jogo.

 

  • Explora Marte acima e abaixo da superfície ao longo dos 10 níveis do jogo


  • Toma o comando de uma variedade de veículos usando o teu ajudante digital IRIS


  • Aperfeiçoa o teu braço sintético de modo a fazê-lo incluir ferramentas e armas extra, incluindo um gancho de combate e um lança foguetes


 


Partilhar

Google+